Janeiro/2014


Cada coisa tem o seu devido valor.

Prender o coração a coisas inúteis e efêmeras é como aprisionar um pássaro que nasceu para ser livre. Ele entristece e morre. Ser livre é desapegar-se das ilusões do desejo e do medo, para poder experienciar a vida longe das pressões do mundo pela conquista da matéria, sob o jugo da futilidade das regrinhas sociais.


Não entre em disputas inúteis. Elas são estimuladas pelo orgulho para levá-lo a lugar nenhum. É fácil evitá-las ou sair delas. Basta ceder. Quando você cede, são seus o bem-estar, a tranquilidade, o equilíbrio e o mérito da paz.

 

Comentando, você enriquece o texto e partilha sua opinião com os próximos leitores.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s